Cachoeira Quebra-Tudo

Entre tantas cachoeiras nas redondezas do município de Garça-SP, especificamente esta era um antigo desejo conhecê-la, pois há tempo sabíamos de sua existência e de sua altitude extrema, e também que estava localizada no município de Álvaro de Carvalho, mas bem próximo à Garça.

Sua denominação não é a toa, pois entre muitas, ela é de uma altitude que chama bastante a atenção, por isso, já foi identificada como Cachoeira Quebra-Tudo. O nome não poderia ser mais apropriado, pois tudo leva a crer que e trata da cachoeira mais alta de toda região, por isso mesmo, era questão de honra chegar até ela, filmá-la e fotografá-la.

No entanto, era preciso chegar até em baixo da queda, pois nada como sentir a energia da água caindo de dezenas de metro em seu corpo. É como se a queda d´água pudesse purificar e revigorar o corpo, e é claro refrescar, ainda mais por ter sido um dia de forte calor e com andanças intensas pirambeira adentro, o banho de cachoeira não poderia ter vindo em hora melhor.

Apesar do nome e da altura da cachoeira, banhar-se nela é tranquilo. Só que chegar em baixo da queda não é das tarefas mais fáceis, assim como não há nenhuma dificuldade intransponível, muito pelo contrário, pra quem gosta de fazer um trekking, andar na margem ou por dentro do curso d´água é um prato cheio, é como sentir a natureza entrar pelos poros até chegar nas veia.

Rudi Arena

IMG-20150830-WA0025

IMG-20150830-WA0024

20150830_164433

DSCF7728

DSCF7718

DSCF7705

DSCF7685

6 thoughts on “Cachoeira Quebra-Tudo

  1. Curti o texto… e, lógico, as imagens da Cachoeira!!! Mesmo estando aqui na “selva de pedra” deu pra sentir um pouquinho da liberdade que a natureza nos proporciona… Parabéns e que continuem a trilhar, preservar e educar!!! Abraço a todos.

  2. Olá amigos.
    Encontrei seu blog procurando a Torre de Pedra no municipio de Ocauçu.
    Passei algumas vezes nessa estrada quando é criança.
    Tinha uns parente que tinham fazendas por lá.
    Passei minha infância em Garça(faz muito tempo!)
    Nos domingos à tarde(de manhã íamos a missa na catedral) saímos para pescar.
    Os locais que me lembro era no Rio do Peixe, no “Tembé do Targino”, que ficava para os lados de Alvaro de Carvalho se não me engano, na Fazenda Cascat onde era feita a captação de água da cidade.
    Fiquei admirado com a quantidade de locais que vocês mostram, pois não conheci quase nenhum deles.
    Parabéns e um abraço a todos.

    José Antonio (jaa.ra@ig.com.br)

  3. Pô muito legal esse blog, que vcs continuem a fazer mais “documentarios” sobre esses lugares! Sou de Garça, porém conheço apenas 3 cachoeiras, espero um dia ter a oportunidade de conhecer mais! Abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s