Piramba MTB no site da FAPESP, quanta honra!!!

Por acaso navegando pela internet para procurar um vídeo do Piramba sobre a Casa Submarino em Campos do Jordão achei uma página da FAPESP com o mesmo título de uma matéria que temos em nosso site, o sinal amarelo apareceu e logo tive a grata surpresa de que o texto do Blog do Piramba MTB havia sido reproduzido no site da FAPESP na mídia.

Ter uma uma matéria original do Piramba MTB publicada no site de uma fundação muio tradicional como a FAPESP é uma grande alegria, pois trata-se de uma das principais agências de fomento à pesquisa científica e tecnológica do país. Assim, ver o piramba na página deles é um motivo de grande orgulho e que demonstra que o Piramba MTB vai além de um esporte e um grupo de amigos, também é cultura e conhecimento, pois a gente preza por conteúdos originais e informação de qualidade.

A FAPESP

A FAPESP

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo é uma das principais agências de fomento à pesquisa científica e tecnológica do país. Com autonomia garantida por lei, a FAPESP está ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Com um orçamento anual correspondente a 1% do total da receita tributária do Estado, a FAPESP apoia a pesquisa e financia a investigação, o intercâmbio e a divulgação da ciência e da tecnologia produzida em São Paulo.

Modalidades de Apoio

A FAPESP apoia a pesquisa científica e tecnológica por meio de Bolsas e Auxílios a Pesquisa que contemplam todas as áreas do conhecimento: Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Ciências Exatas e da Terra, Engenharias, Ciências Agrárias, Ciências Sociais Aplicadas, Ciência Humanas, Linguística, Letras e Artes.

As Bolsas se destinam a estudantes de graduação e pós-graduação; e os Auxílios, a pesquisadores com titulação mínima de doutor, vinculados a instituições de ensino superior e de pesquisa paulistas. As Bolsas e Auxílios são concedidos por meio de três linhas de financiamento: Linha Regular, Programas Especiais e Programas de Pesquisa para Inovação Tecnológica.

A Linha Regular atende à demanda espontânea, isto é, as propostas de projetos apresentadas por iniciativa dos estudantes de graduação e pós-graduação e de pesquisadores-doutores. Em 2017, a FAPESP destinou R$ 429,7 milhões para o financiamento de Bolsas Regulares no país e no exterior, e R$ 316,4 milhões para Auxílios Regulares à Pesquisa.

Os Programas Especiais têm o objetivo de induzir o desenvolvimento de pesquisas que promovam o avanço da fronteira do conhecimento e respondam às demandas do Sistema de Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo e do país. Entre esses programas estão o Apoio a Jovens Pesquisadores, Ensino Público, Apoio à Infraestrutura, entre outros que, em 2017, receberam mais de R$ 158,7 milhões.

Os Programas de Pesquisa para Inovação Tecnológica também têm caráter indutor: apoiam pesquisas com potencial de desenvolvimento de novas tecnologias e de aplicação prática nas diversas áreas do conhecimento, afinadas com a política de Ciência, Tecnologia e Inovação do governo estadual. Entre os programas financiados estão o BIOTA, Políticas Públicas, Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE) e Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE), entre outros. O desembolso com esses programas em 2017 foi de R$ 153,9 milhões.

https://fapesp.br/sobre/

https://namidia.fapesp.br/a-incrivel-casa-submarino-de-campos-do-jordao/194885