Rio Feio (75Km)

Mapa cedido gentilmente por Luciano do Vacabikers!

O Rio Feio Visto do Alto do Pontilhão

Pense em um pedal de longa distância e com serra, agora acrescente uma tonelada de areia por metro quadrado pelo caminho, parabéns, você já pode ter uma leve noção de como é o areião que nos deparamos para chegar ao Rio Feio, na altura de Pirajuí-SP.

O Rio Aguapeí, também conhecido como rio Feio, é um dos maiores rios do estado de São Paulo. Percorre mais de trezentos quilômetros. Nasce no município de Gália bem próximo a rodovia SP-294, segue para o norte e deságua no rio Paraná entre o município de Nova Independência e São João do Pau d’Alho.

A trilha percorrida sai de Garça-SP, em direção a estrada de terra que leva ao bairro da Adrianita até chegar ás torres, de lá é preciso pegar a um trecho de asfalto que logo acaba e aí o areião começa a mostrar sua áspera face.

Desconheço qualquer trilha nas redondezas que tenha tanta areia, há trechos que a camada de areia é próxima a um metro de altura (hummmm, será?), o que torna impossível permanecer na bike pedalando, por mais esforço que faça, não tem acordo, é preciso descer da magrela e caminhar sobre a areia fofa até encontrar o local mais próximo que seja possível voltar a pedalar. Porém, não é todo areião que é preciso descer da bike, do contrário seria mais fácil ir a pé ao Rio Feio, por isso mesmo, ter que superar tanto areião não foi tarefa tão simples. Também tivemos dois pneus furados e um tombo, o que fez com que pedal se prolongasse ainda mais. Saímos antes das 15h do dia 10/09/2011, mas só retornamos ás 22h da noite.

Apesar de tudo, é sempre gratificante chegar ao final de um longo e exaustivo pedal, pois, depois que passa o cansaço só ficam as lembranças das belas paisagens percorridas e os bons momentos vividos entre amigos. Também é bom para refletir sobre nossos limites, até onde é possível chegar, dá para chegar vivo de um pedal de 100 km? Será possível um pouquinho mais? Calma lá, quem sabe mais para frente testaremos um pouco mais os limites de nossos corpos, por enquanto os 75 Km da trilha ainda está muito fresco na memória. É preciso preparar ainda mais o físico e o psicológico para dar um passo ainda maior. Curtam o vídeo abaixo e as fotos do pedal na galeria no lado direito do blog. Por Rudi.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s